Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘mistério’

Dizem do fim o que termina,
o que não mais se deixa ver.
Tudo que escorre pelos dedos,
aquilo que corta e faz doer.

Deixa na alma a ausência,
a certeza de um nunca mais.
Pode até disfarçar uma presença,
mas não há como voltar atrás.

De amor, de casamento, de ano…
Os fins às vezes enganam.
São tão misteriosos quanto
o destino daqueles que amam.

Read Full Post »

Paul Guigou, Lavadeira, 1860

Diz de mim: é como um canto de sereia.
Eu nem sei se é assim, um
canto de vida, de morte,
lírico, violento.
Canto de sol ou ponta de treva,
a última gota pálida em festa.

Canto em doses lentas, em
partículas atrofiadas. Canto
sem ar, sufocada.

Diz de mim o que não perece
nem parte, última majestade.
Canto de dor, sofrimento,
sorrisos chorosos em lamento.
Canto sem dó, nem piedade,
o último alento de verdade.

Disfarço, faço, floreio.
Feitiço, feito, frágil.
Lavo meu canto e falo:

É para mim seco, molhado,
áspero, liso, descosturado.
Se põe em sombra de sorte e
me contorna de leve.
Rouco suspirar em dobras,
um último suspiro das horas.

Horas que desconheço no
sutil trejeito de afinar a voz.
Agudas e tontas notas.
Será que existe?
As faces alegres ou tristes…
um último silêncio resiste.

Não se sabe se há…
Não se sabe se foi…
A vida de costas aflige.

Read Full Post »

Dalí

Passo de um lado
_____________A entrelaçar de outro
O pedaço dali
_____________E a outra ponta daqui
Tão certas no começo
_____________Descem sem saber o fim
As belas e divinas teias
_____________Que separam para unir
Verdade, Mentira
_____________Encanto, Engano
Feitas e refeitas
_____________Os fios que sobram
Passam por mim

Passo frio
Passo calor
Não
Passo solidão

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: